banner topf
quarta, 22 maio 2019 14:47

SURFISTA AUSTRALIANO ENTREGA CARTAS DE PROTESTO AO CEO DA EQUINOR

O surfista australiano, ex-atleta do QS, Heath Joske, esteve na passada semana em Olso, na Noruega, onde apresentou mais de 300 cartas de protesto ao CEO da Equinor,  Eldar Sætre, durante a Assembleia Geral Anual (AGA) da empresa norueguesa que pretende perfurar e explorar petróleo na Grande Baía Australiana...

 

“Para mim, é importante colocar a caneta no papel e realmente pensar na razão pela qual este assunto é tão importante. Achei que seria bom entregar à Equinor uma amostra das preocupações genuínas de pessoas de toda a Austrália ”, disse Joske.

“Os meus amigos, Tim e Anna, que começaram este movimento a partir do zero na península de Eyre, tiveram a ideia de entregar cartas na AGA há algum tempo, e quando eu soube estava a ir para a Noruega para o AGA. Achei que seria bom as pessoas poderem escrever diretamente para a Equinor e dizer-lhes a razão por que não querem petróleo no Bight ”, continuou Joske.

As cartas vieram de toda a Austrália, desde a Austrália do Sul, que seria diretamente impactada pela perfuração de petróleo no Bight, até Queensland, Austrália Ocidental e Tasmânia.

“Tornou-se óbvio que a maioria do país sabia que esta era uma má ideia (de perfurar e explorar petróleo na Grande Baía Australiana), com implicações que poderiam destruir a economia, o litoral, a vida marinha e a cultura do nosso país. A carta que eu li na AGA tocou-me a vários níveis. Mostrou-me a conexão que temos com o oceano, a importância para os aborígenes e a preocupação comum de que simplesmente não queremos que o Bight se abra para qualquer exploração de petróleo e gás”, explicou Joske.

Desde o anuncio dos planos da Equinor, a comunidade do surf em toda a Austrália tem-se unido em vários eventos de protesto Foto: asbmag

 

Várias campanhas de protesto têm sido realizadas desde que a Equinor anunciou pretender perfurar e explorar petróleo na Grande Baía Australiana, entre eles vários paddle outs históricos.

Os planos da empresa Norueguesa têm gerado uma enorme onda de contestação na Austrália, à qual se têm juntado vários surfistas da elite mundial, entre eles o free surfer e ativista, Dave Rastovich, o tricampeão mundial de surf Mick Fanning e a sete vezes campeã mundial de surf, Stephanie Gilmore.

Perfil em destaque

Scroll To Top