Itens relacionados

segunda-feira, 23 dezembro 2019 10:10

KELLY SLATER VENCE A TRIPLE CROWN HAVAIANA PELA TERCEIRA VEZ NA SUA CARREIRA

Durante a etapa do Billabong Pipe Masters...

Aos 47 anos de idade, o Rei do Surf, Kelly Slater, continua a deixar o seu nome na história da modalidade ao somar mais um troféu à sua longa lista. Kelly venceu pela terceira vez  na sua carreira a Triple Crown Havaiana durante o Billabong Pipe Masters, a última etapa do Championship Tour (CT) e a terceira da Vans Triple Crown. O 11x campeão mundial de surf deixou a multidão ao rubro durante o Heat 2 dos quartos-de-final quando, após estar a maior parte do heat atrás do australiano Jack Freestone, nos cinco minutos finais fez um tubo sólido para a esquerda e a um minuto do fim fez uma onda para a direita virando o heat com muita categoria.

Na corrida ao título havaiano, Kelly deixou para trás o francês Michael Bourez, que ficou em terceiro lugar após perder para o californiano Griffin Colapinto no Heat 4 dos quartos-de-final, e o o atleta do QS, Ethan Ewing, que ficou em segundo lugar.

Kelly tinha na etapa de Pipeline o objectivo de conquistar uma vaga olímpica, mas o seu sonho de representar a bandeira americana nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 foi-lhe roubado pelo bi-campeão mundial havaiano John John Florence. No entanto, Kelly não deixou a última etapa da temporada do CT de 2019 de mãos a abanar tendo levado para casa o ambicionado troféu, 21 anos após ter vencido a sua última Triple Crown no ano de 1998.

A celebração após a vitória em Pipeline  Foto: WSL/ Tony Heff

 

"Estou a planear este ataque há 21 anos [risos]", disse Slater. "Os dois primeiros (títulos da Vans Triple Crown) que ganhei nem sequer estava a pensar neles, porque estava muito focado em Pipeline e em tentar ganhar um título mundial na época. Estou feliz, tive um final de ano muito bom para mim. Eu só quero agradecer a todos, foi um ano super divertido e eu queria isto hoje. Se eu tivesse chegado até aqui este ano e apenas tivesse feito aquela onda (uma onda perfeita de 10 pontos durante a Ronda de 32 no Heat 8) teria sido um sucesso, por isso estou em êxtase. ”

Perfil em destaque

Scroll To Top