Itens relacionados

terça-feira, 31 dezembro 2019 10:42

ILHA REUNIÃO DEIXA IMAGEM DE DESTINO DE SURF PARA TRÁS

Atraindo os turistas a explorar o seu interior em vez das suas ondas...

A ilha Reunião, um pequeno território francês situado no Oceano Índico que tem sido um popular destino de surf, viu o surf proibido devido aos vários ataques de tubarão presenciados na ilha que já fez 11 vitimas mortais entre 24 ataques desde 2011.

Para prevenir futuros ataques, em 2013 o governo criou uma proibição do surf através de um decreto lei que proíbe as actividades marítimas, na faixa de 300 metros do litoral, excepto nas zonas supervisionadas definidas pelo governo regional.

Segundo o The New York Times, o setor de turismo enfrentou uma crise: “um relatório da indústria de 2014 descobriu que 60% dos viajantes com planos de visitar (a ilha) cancelaram as suas viagens nos dias seguintes a um novo ataque de tubarão”.

 

O perigo escondido atrás das ondas de sonho da ilha reunião  Foto: Ian McDonnell, Urnervisual, Ian 600F

 

Mas com a ilha a deixar de ser um destino turístico para surfistas de todo o mundo que sonhavam surfar as míticas esquerdas da praia de Saint Leu, as autoridades regionais, estrategicamente, viraram as atenções dos turistas para a beleza singular do seu interior montanhoso, atraindo-os a fazer caminhadas nos seus deslumbrantes percursos naturais.

Segundo um artigo do Observador, há três percursos fundamentais para os montanhistas, todos traçados pela Fédération Française de Randonnée Pédestre, num total de 900 quilómetros de percursos abertos, entre florestas densas, descampados áridos e costa marítima, que recebem os 400 mil visitantes anuais. O primeiro passa mesmo ao lado das crateras Piton dês Neiges, Salazie, Mafate e Cilaos. O segundo permite atravessar a ilha de uma ponta à outra, desde a praia até ao ponto mais alto do vulcão e o terceiro passa pelos locais que não estão habitados, incluídos no Parque Natural.

 

A beleza inegável da ilha atrai agora turista que exploram os seus vários percursos  Foto: The New York Times / Gulshan Khan

 

A ilha Reunião, que é casa dos atleta do Championship Tour, Jeremy Flores e Johanne Defay, recebeu importantes provas de surf, tendo Mick Fanning vencido o seu primeiro título Rip Curl Pro Search na ilha em 2005, mas está agora a deixar a imagem de surf spot de sonho para trás virando as atenção dos turistas mais para terra e não tanto para o mar.

Quem sabe, um destino a explorar em 2020, mas sem pranchas de surf.


Perfil em destaque

Scroll To Top