Eric Logan - Frame WSL Eric Logan - Frame WSL
terça-feira, 28 abril 2020 14:42

WSL TOUR ADIADO PARA JUNHO E GRANDES MUDANÇAS PARA 2021

O Ceo da World Surf League, Eric Logan, transmitiu esta terça feira novidades sobre o futuro dos circuitos WSL...

 

Seis semanas após o ultimo comunicado da WSL, onde houve o anuncio do cancelamento e ou adiamento das provas WSL (Qualificação e Championship Tour) após Maio de 2021, Eric Logan veio a público e com o intuito de comunicar de uma forma transparente deixa algumas novidades importantes.

 

1 - Adiamento do início das provas WSL para o mês de Junho, devido à situação da pandemia, onde o CT Oi Rio Pro será afectado.


"Estamos a adiar todos os nossos eventos até Junho. Isto significa que o CT Oi Rio Pro, que aconteceria em junho, está oficialmente adiado." 

 

2 - A partir do ano 2021, o apuramento do Campeão Mundial de Surf acontecerá no último dia de provas do Championship Tour da WSL.

Apesar de não ter desvendado todos os pormenores deste apuramento, Eric Logan avançou com esta novidade e explica da seguinte forma:


"Decidimos que, no futuro, o título mundial de surf será decidido na água. Já em 2021, os campeões mundiais serão coroados num único dia de competição, o último dia do CT.

Os melhores surfistas lutarão pelo título num novo formato. Aqui o seeding dos atletas será fundamental para atingor este objectivo ".

A WSL gostou bastante do duelo  Italo Ferreira - Gabriel Medina o ano passado no  Pipe Masters . Os dois surfistas (então número 1 e 2 do mundo) competiram pelo título numa final épica que a WSL não hesita em descrever como  "o maior momento da história do surf moderno". E a WSL agora quer manter esse tipo de suspense até ao final de cada temporada.
A partir do próximo ano haverá, portanto, uma "temporada normal" no final da qual serão designados os surfistas que poderão participar neste ultimo dia de competição. É o mesmo princípio dos Playoffs da NBA. Ser o número 1 em toda a temporada não garante o título de campeão mundial.
"Terminar a temporada do CT na primeira posição do ranking trará claro uma grande vantagem. Vamos desvendar mais sobre este novo formato em julho, formato esse resultado de uma discussão entre os surfistas profissionais, parceiros e a WSL". Termina desta forma ERic Logan sobre este tópico

 

3 - Os eventos QS de cotação máxima - Challenger Series - decorrerão antes da temporada do CT


" A partir de agora um surfista de CT que não se requalifique, terá a oportunidade de participar na temporada da Challenger Series e, se tiver sucesso, entrará novamente entre os melhores atletas no Championship Tour no ano seguinte ".
Isto significa que:  Os eventos Challenger Series (QS 10.000) decorrerão antes do início da temporada de CT. Os surfistas de CT que não se qualificarem no final da temporada, não precisarão de fazer um ano inteiro no QS para se qualificar novamente. Estes apenas terão que participar da pré-temporada do Challenger Series, que decorrerá à margem do CT

 

4 - Criação de circuitos regionais de qualificação WSL:


"Mesmo antes da pandemia, as difíceis realidades financeiras de um jovem surfista que sonhava em qualificar-se para o CT eram uma realidade assustadora. Achamos que os surfistas aspirantes a entrar na elite do Surf Mundial não se deveriam preocupar tanto com a parte financeira para poderem perseguir seus sonhos.
Vamo-nos concentrar na criação de circuitos regionais, onde os surfistas se vão testar e competir em primeiro nas suas respectivas regiões. Isso reduzirá a necessidade de viagens caras e permitirá que eles estabeleçam a sua classificação e seeding em casa antes de embarcarem na batalha internacional da Challenger Series e depois no CT. "
               


Medidas eficazes apresentadas e bem pensadas pela WSL? Deixa-nos a tua opinião.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top