Vasco Ribeiro Vasco Ribeiro WSL / Bielmann quarta-feira, 30 novembro 2022 23:29

Vasco Ribeiro vence o seu primeiro heat no Challenger Series

Frederico Morais ainda vai competir.

 

 

Segundo dia do Haleiwa Challenger, última prova da Challenger Series, em Oahu no Havai. É também a última oportunidade para alguns surfistas poderem chegar ao Championship Tour do próximo ano. Estão excelentes condições, com ondas mais pequenas do que ontem a rondar 1 metro de altura, com os ocasionais sets maiores. A prova feminina ficou colocada on-hold, pelo que hoje apenas veremos os homens dentro de água.

Logo no Heat 3  do Round 64 tivemos o português Vasco Ribeiro, rodeado de surfistas de enorme qualidade como o havaiano nº22 mundial Seth Moniz, o brasileiro ex-CT Alejo Muniz nº 17 do ranking do Challenger Series, e cujo apuramento para o Tour estaria dependente de um bom resultado nesta prova, e ainda o jovem francês de Seignosse Justin Becret.

Vasco abre as hostilidades logo no início do heat com um 4.17 (em 10 pontos possíveis), e Justin Becret responde com um 4.67. Pela marca dos 25 minutos é a vez de Alejo Muniz, conseguir executar, numa direita comprida uma série de bons carves e snaps, uma nota de 6 pontos.

Por volta dos 20 minutos Vasco utiliza a sua prioridade e apanha uma excelente direita, onde aplica dois poderosos re-entries, conseguindo um 5.23, e passa para a liderança do heat. Por volta dos 17 minutos Alejo arranca numa boa direita, demonstrando a sua qualidade no surf de rail, assegurando uma nota de 4.13, que naquele momento o colocaria então na liderança.

Pela marca dos 8 minutos e 20 segundos, Vasco arranca numa excelente onda, arrancando com um poderoso carve, seguido de um re-entry, um floater de ligação, e um espetacular snap to tailslide no topo da onda, terminando com uma fortíssima manobra off the lip para assegurar um 6.67 que o colocaria novamente no lugar cimeiro. Aos 6 minutos Justin ainda consegue efectuar um excelente aério full rotation, depois de uma onda bem surfada, que lhe permite obter um 6.43, e subir para o segundo lugar da bateria. Estranhamente foi o local de Oahu Seth Moniz que nunca se encontrou com as ondas.

 

 

Vasco Ribeiro. WSL / Heff

 

Nos últimos 50 segundos, ainda houve tempo para mais uma onda de Vasco, onde demonstrou toda a sua confiança, desde os bottoms turns cavados, até um carve to snap brilhante, que lhe permitiu melhorar o seu backup para 5.60, e cimentar ainda mais a sua liderança. Excelente prestação também de Justin Becret que garantiu, em segundo lugar, a passagem à próxima ronda.

Vasco aparece assim em grande forma, cheio de confiança e a demonstrar o seu talentoso surf que já todos sabemos que possuí nos seus pés.

Apurado com mérito para o round 32, onde irá defrontar Ethan Ewing, Ezekiel Lau, e Jesse Mendes. Mais um grupo complicado, onde Vasco terá que voltar a apurar o melhor do seu surf.

Dentro de algumas horas, no último heat deste round, teremos também acção com Frederico Morais que terá que se degladiar frente ao seu grande amigo e colega de treinador, Ryan Callinan, o talentoso peruano Lucca Messinas, e o powehouse taitiano, o veterano Michel Bourez.

Itens relacionados

Scroll To Top