Governo da Polinésia Francesa anuncia pausa nos planos para nova torre de juízes em Teahupo'o via gonewiththewynns.com quinta-feira, 07 dezembro 2023 08:52

Governo da Polinésia Francesa anuncia pausa nos planos para nova torre de juízes em Teahupo'o

Testes realizados já causaram danos ao coral. 

 

 

A realização da modalidade de surf em Teahupo'o nos Jogos Olímpicos 2024 tem vindo a causar polémica devido aos planos para a construção de uma nova torre de juízes, que teria um efeito potencialmente devastador no ecossistema local. Os argumentos que levaram a esta decisão baseiam-se no entendimento por parte do governo da Polinésia Francesa de que a torre de madeira já existente não cumpre com os requisitos necessários, mas a comunidade local afirma ter tido o acesso negado aos estudos que foram feitos para chegar a essa conclusão. 

A polémica gerou semanas de protestos, campanhas online e a circulação de uma petição, além do apoio de surfistas de renome, como Carissa Moore (nota: apesar da circulação de uma notícia que afirma que Carissa Moore promove o boicote aos Jogos Olímpicos, a mesma esclareceu nas suas redes sociais que não é esse o caso, e que pretende uma solução viável em que a competição possa acontecer). O governo da Polinésia Francesa anunciou, segundo um comunicado da ISA, uma pausa nos planos para a construção de uma nova torre. Esta decisão vem depois da realização de um teste que danificou uma parte do coral. 

No seu comunicado, a ISA declarou "surpresa e tristeza" ao ter conhecimento dos danos já causados, e afirmou que as decisões relativamente às instalações dos Jogos Olímpicos não são da sua responsabilidade, e sim do governo da Polinésia Francesa juntamente com o Comité dos Jogos Olímpicos 2024. A organização garantiu que "a protecção do ambiente natural em Teahupo'o é uma prioridade", e que "essa visão foi concordada e foi partilhada por todas as partes". 

A ISA apoia a decisão de pausar os planos para a construção da nova torre, apelando à realização de "consultas intensificadas para considerar todas as opções possíveis". Reitera a responsabilidade dos surfistas pela protecção dos oceanos, "para nós e para gerações futuras", e comprometem-se com a procura de um caminho viável "para a realização da competição" compatível com a protecção do ecossistema local. 

Perfil em destaque

Scroll To Top