Mick Fanning já venceu quatro vezes Mick Fanning já venceu quatro vezes ASP / Kirstin Scholtz

Itens relacionados

sexta-feira, 19 setembro 2014 18:11

ET VOILÀ. ELITE MUNDIAL A CAMINHO DE FRANÇA

Depois de Trestles, agora é a vez de Hossegor, que arranca já no dia 25 

 

O WCT de Peniche aproxima-se a passos largos, mas vamos com calma. Após a vitória de Jordy Smith na última etapa, o Hurley Pro at Trestles, que terminou ontem na Califórnia, a elite do surf mundial segue agora para o velho continente, com destino a França.

 

 Tudo começou em 1956, altura em que Peter Viertel, famoso argumentista de Hollywood, colocou a costa do País Basco no mapa, com o filme “The sun also rises”. Anos depois o australiano Nat Young lançou o documentário “Evolution and waves of change”, onde mostrava os tubos que tinha descoberto na baía da Biscaia. Pouco tardou para que a zona caísse no centro das atenções, atraindo surfistas de renome como Tom Curren e Gary Elkerton. Daí a ser considero uma onda de classe mundial foi apenas um passo.

 

VIVE LA FRANCE! Desde 2001 que a Quiksilver tem garantida a licença para a realização desta prova em águas francesas, embora nesse ano a prova tenha sido cancelada devido à tragédia do 11 de setembro, nos Estados Unidos. O palco principal é Hossegor – conhecido por ter ondas que alcançam entre os 10 a 12 pés (pouco mais de três metros) quando chega a ondulação de outono.

 

CAMPEÕES Agora à séria, Neco Padaratz não brincou em serviço e em 2002 levava a taça para o Brasil. Os três anos seguintes pertenceram a Andy Irons, sendo que o segundo (2004) a vitória teve outro sabor. Pela primeira vez estava numa final contra o seu irmão, Bruce. Seguiram-se Joel Parkinson (2006), Mick Fanning (2007, 2009 e 2010), Adrian Buchan (2008) Gabriel Medina 82011), no seu ano rookie, Kelly Slater (2012) e, no ano passado, novamente Mick Fanning.

 

A tensão entre os atletas aumenta e todos os que estão na corrida para o título já venceram esta prova. Kelly já desafiou Medina e o menino prodígio já mostrou estar à altura. Vamos ver como acaba…

 

E por falar em Gabriel, de acordo com o site da ASP, o brasileiro de Maresias tem encontro marcado na sexta bateria contra Tiago Pires, faltando ainda saber quem se vai juntar aos dois na competição.

 

O período de espera da prova começa já no dia 25 de setembro.

BS

Perfil em destaque

Scroll To Top