Damien Hobgood a atrasar para mais um "tubão". Damien Hobgood a atrasar para mais um "tubão". Foto: Ridenour

Itens relacionados

terça-feira, 02 agosto 2016 16:09

TRÊS ONDAS PARA REVER NO RIP CURL CUP EM PADANG PADANG

Mason Ho, Bruce Irons e Raditya Rondi são os surfistas de serviço… 

 

O vídeo oficial da edição 2016 da Rip Curl Cup, que terminou hoje em Padang Padang, com uma vitória do local Mega Semadhi sobre Damien Hobgood, Mason Ho e Clay Marzo, ainda não está disponível. 

 

Por isso, enquanto o resumo não aparece, eis três ondas fantásticas em Padang Padang para rever. A primeira, em baixo, mostra-nos o indonésio Raditya Rondi na ronda 2. Com este tubão conseguiu 9.80 pontos do painel de juízes. 

 

 

A segunda onda a rever mostra-nos, novamente, o fantástico tubo, de backside, do havaiano Bruce Irons na ronda 2. O surfista de Kauai recebeu um 10 perfeito dos juízes, o primeiro da competição, mas ainda assim não avançou para a fase seguinte. 

 

 

Por último, Mason Ho e as suas normais diabruras que, depois de cruzar um cilindro apetitoso sob uma lage bem rasa, ainda cruza os ares de Bali com um 360. Quem é que faz isso? 

 

 

Vale sublinhar que a vitória de Mega Semadhi foi a segunda nos treze anos de história do evento. O surfista indonésio já tinha vencido em 2013, juntando-se agora a Garut Widiarta (2014), Bol Adi Putra (2004 e 2005) e Lee Wilson (2006 e 2011) como os surfistas locais que mais vitórias registam na Rip Curl Cup. 

Perfil em destaque

Scroll To Top