banner topf
No meio do nevoeiro foi o japonês Kanoa Igarashi quem acabou por levantar o troféu em Pantín. No meio do nevoeiro foi o japonês Kanoa Igarashi quem acabou por levantar o troféu em Pantín. Foto: WSL

Itens relacionados

segunda, 05 setembro 2016 10:08

KANOA IGARASHI VENCE ENTRE O NEVOEIRO DE PANTÍN

Depois de uma longa espera, prova terminou ontem. Sage Erickson vence no feminino… 

 

Praia ao barrote (literalmente) e boas ondas de metro e meio para assistir ao último dia do Pantin Classic Galicia Pro, QS6000 masculino e feminino da WSL que ontem conseguiu terminar na Galiza depois de no sábado ter visto a prova parar quando estava a ter lugar a final feminina. O intenso nevoeiro que se instalou na praia de Pantín a isso obrigou. 

 

No sábado já havíamos referido que Teresa Bonvalot foi o melhor elemento luso no evento, alcançando brilhantemente o terceiro lugar, depois de eliminar algumas surfistas de renome como a norte-americana Tia Blanco, as havaianas Mahina Maeda e Alessa Quizon, e Kelly Andrew nos quartos de final. 

 

Nas meias, a portuguesa não conseguiu superar a experiência de Sage Erickson que acabou mesmo por levar a melhor na final frente a Pauline Ado. Com 14.80 pontos e o registo da melhor nota da final, a norte-americana, surfista da elite mundial, acabou por selar a vitória frente à francesa que apenas logrou alcançar 14.56 pontos. 

 

Nas contas do ranking mundial de qualificação, Pauline Ado encontra-se agora em nono lugar (subiu oito lugares) e, para já, está dentro dos lugares de qualificação. Já Teresa Bonvalot subiu 42 posições (Wowww!) e encontra-se neste momento em 25.º lugar. 

 

Carol Henrique é agora 32.ª (subiu 13 lugares) e Camilla Kemp 45.ª no ranking (subiu um lugar). 

 

No masculino, foi Kanoa Igarashi, atleta do WCT, que acabou por sorrir no final. O japonês não conseguiu a melhor onda da final, mas foi seguramente o mais consistente, conseguindo 7.83 e 8.60, fechando as contas do primeiro lugar com 16.43 pontos. 

 

Igarashi, de apenas 18 anos, deixou a armada brasileira com os restantes lugares da final. Michael Rodrigues foi segundo, com 14.80, Tomas Hermes terceiro, com 14.77, e, por último, Ian Gouveia foi quarto com 14.04 pontos. 

 

Nas redes sociais Kanoa deixou um agradecimento bem claro: “Venci o Pantin Classic Galicia Pro QS6000 hoje e estou muito feliz por tudo ter dado certo. Desde a possibilidade de não se conseguir terminar a prova devido ao nevoeiro até à vitória. Estou agora numa viagem de seis horas para Portugal para apanhar o meu voo para o CT em Lower Trestles! Não teria conseguido isto sem Stephen Bell, Teresa Bonvalot (N.R.: Sua namorada) e a sua família. Não podia estar mais contente!"

 

O CT de Trestles tem lugar entre 7 e 18 de setembro, mas os guerreiros da Qualifying Series seguem agora para São Miguel, Açores, onde tem lugar o Azores Airlines Pro (QS6000) de 6 a 11 de setembro. Entre 13 e 18 de setembro é o Quiksilver Pro Casablanca (QS1500), em Marrocos, que está na calha. 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top