Itens relacionados

quarta, 15 fevereiro 2017 13:34

ESPAÇO DE DIÁLOGO PARA DINAMIZAR RESERVA MUNDIAL DE SURF DA ERICEIRA

Reunião assinala o reforço da dinâmica de preservação e valorização da faixa costeira… 

 

A primeira reunião do Conselho Municipal de Gestão da Reserva Municipal de Surf da Ericeira (CMGRMS), realizada na passada semana, constituiu um momento estratégico que assinala o reforço da dinâmica de preservação e valorização da faixa costeira que, em quatro quilómetros, reúne sete ondas de qualidade mundial. 

 

Este órgão de consulta do Município de Mafra pretende promover a salvaguarda da paisagem natural protegida daquela que é a 1.ª Reserva Mundial de Surf da Europa, acompanhando as orientações da Save the Waves Coalition, assim como a intervenção articulada dos diferentes agentes locais, de natureza pública e privada.

 

Após a cerimónia de instalação deste novo órgão de consulta da Câmara Municipal, os membros do Conselho iniciaram a elaboração do plano de atividades para 2017.

 

O CMGRMSE é composto por dois órgãos: o Conselho Restrito, que constitui o órgão de apoio ao planeamento e ao acompanhamento da situação da Reserva Mundial de Surf da Ericeira (RMSE) e que integra o denominado “Grupo de Guardiões”, formado pelas principais associações ligadas ao surf na região, em representação da comunidade surfista, designadamente o Ericeira Surf Clube, a Associação dos Amigos da Baía dos Coxos e a Associação SOS — Salvem o Surf; e Conselho Alargado, que constitui o órgão de natureza consultiva da RMSE, integrando representantes de diversas entidades, no âmbito autárquico, ambiental, desportivo, turístico, cultural, da saúde e da segurança.

 

VIDEOGRAFIA DOS FUNDOS MARINHOS DA RESERVA MUNDIAL DE SURF

Considerando a importância dos valores ecológicos presentes na Reserva Mundial de Surf da Ericeira, o Município de Mafra e o Instituto de Cultura Europeia e Atlântica, com sede na Ericeira, celebraram um acordo de colaboração cultural e científica, tendo por objetivo a produção de uma videografia sobre os fundos marinhos dos quatro quilómetros desta faixa costeira: uma viagem inusitada a um património desconhecido, mas de valor inestimável. 

 

Este acordo tem por objeto a promoção de programas anuais que contemplem estudos e pesquisas sobre os patrimónios natural, cultural e histórico nas áreas da Oceanografia, Sedimentologia, Aquacultura, Geologia e Biologia Marinhas, Paisagem Marítima e Arqueologia Marinha, designadamente sobre o ecossistema dos fundos marinhos da Reserva Mundial de Surf da Ericeira, que se localiza entre as praias de Empa e de São Lourenço, no Concelho de Mafra.

 

Com base neste estudo, desenvolvido em colaboração com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, proceder-se-á à criação de um guião para a videografia sobre “As sete ondas WSR – World Surfing Reserve – Ericeira” (Pedra Branca, Reef, Ribeira d’Ilhas, Cave, Crazy Left, Coxos e São Lourenço).

Perfil em destaque

Scroll To Top