Ondas de São Torpes ameaçadas. Ondas de São Torpes ameaçadas. Foto: DR

Itens relacionados

segunda, 21 maio 2018 11:26

Fim anunciado do Surf em São Torpes?

Ampliação do Porto de Sines poderá ditar o fim do surf na Praia de São Torpes...

 

Não é a primeira vez que falamos da possível ampliação do Porto de Sines. O objetivo, segundo fontes oficiais, passa por "garantir condições adequadas de abrigo à agitação marítima, de proporcionar melhores condições de manobras de acesso e rotação dos navios de maiores dimensões, de incrementar a operacionalidade existente, cujas taxas de utilização têm vindo a crescer, e de não condicionar a expansão do porto”. 

 

Ora, estas obras, que implicam a ampliação do molhe Leste em 750 metros, poderão mesmo ditar o fim da onda de São Torpes e o possível desaparecimento do extenso areal da praia.

 

O estudo realizado sobre o impacte ambiental aponta mesmo para a extinção do surf em São Torpes. No entanto, do outro lado da balança, justifica-se a viabilidade da construção do novo terminal por este poder abrir espaço, eventualmente, a cerca de mil novos postos de trabalho.  

 

O Estudo e Impacte Ambiental (EIA), que se encontra em consulta pública até 19 de junho, propõe um conjunto de medidas que podem ajudar a atenuar os efeitos negativos que o projeto terá nas fases de construção e exploração, nomeadamente: 

 

- Melhoramento das condições para a prática de Surf nas restantes praias de Sines (No caso da degradação das condições para a prática em São Torpes);

- Existência de um mecanismo de compensação para as três escolas de surf que operam atualmente naquela praia. 

 

O concurso para o projeto do novo terminal Vasco da Gama, que se encontra em cima da mesa desde 2006, irá avançar assim que a Agência Portuguesa do Ambiente emita a declaração de impacte ambiental (DIA). 

 

Estima-se que o custo da primeira fase se situe em 400 milhões de euros.

Perfil em destaque

Scroll To Top