banner topf

Itens relacionados

quarta, 27 março 2019 17:30

TERESA ABRAÇOS GALARDOADA NO WOMEN ECONOMIC FORUM

Teresa recebe O prémio: “Iconic Women Creating a Better World for ALL Award” – Women Economic Forum

O evento do WEF (Women Economic Forum) teve lugar de 22 a 25 de Março, em Tomar e contou com a participação de centenas de pessoas de cerca de 30 países. Este evento foi um dos diversos realizados em todo o mundo ao longo do ano e está associado à All Ladies League (ALL), a maior associação internacional de mulheres não política, não religiosa e não dogmática, com uma visão filantrópica, inclusiva e gratuita.

Foram entregues vários galardões, todos relacionados com a categoria “Mulheres / Líderes Icónicos Criando um Mundo Melhor para Todos – Associações que Trabalham”. Para além de Teresa Abraços, Catarina Furtado e Fernanda Ribeiro, entre outras, receberam este prestigiante prémio.

“Fiquei muito contente por receber este prémio! É  extremamente gratificante sermos reconhecidos pelo nosso trabalho, sobretudo quando o fazemos com uma enorme paixão, que é o meu caso. Foi um prazer ter ido a Tomar partilhar com pessoas de áreas tão diferentes, a forma como tenho vivido o surf. Espero continuar a inspirar as novas gerações!”, Diz Teresa, e continua:

_“Quando comecei a surfar nos anos 80, éramos apenas 4 ou 5 raparigas a praticar no país todo.  O percurso não foi fácil, pois vivíamos num país muito conservador e machista. O número de mulheres a praticar desporto era manifestamente inferior ao atual e reduzia-se a modalidades mais tradicionais, como a ginástica e o atletismo. Daí que fosse motivo de estranheza e até por vezes de desaprovação, verem-me passar na rua com uma prancha debaixo do braço…Para além da evolução técnica, o meu objectivo passou também a ser incentivar mais meninas a iniciarem-se no surf e a darem continuidade. Mais tarde, depois de um percurso de quase 10 anos de competição, o meu foco orientou-se no sentido de levar o surf a países em África onde ele é praticamente desconhecido, dando especial atenção à vertente feminina. Não tem sido uma tarefa fácil, uma vez que na maioria destes países o papel da mulher está quase exclusivamente limitado a funções mais tradicionais, como ter filhos e cuidar da família.”


Teresa Abraços confessa ainda à Surftotal em tom de finalização:

_"Simultaneamente, tem sido também um enorme prazer fazer parte da SURFaddict (Associação Portuguesa de Surf Adaptado), ajudando pessoas com qualquer tipo de deficiência a deslizar nas ondas. No fundo, o que tenho feito ao longo destes anos todos , é mostrar que o surf é uma modalidade apaixonante e que pode ser praticada por qualquer pessoa, independentemente da sua idade,  género, cor de pele ou limitação física.


 

Perfil em destaque

Scroll To Top