Associação das Escolas de Surf de Portugal Associação das Escolas de Surf de Portugal
sexta-feira, 17 abril 2020 20:12

ASSOCIAÇÃO DAS ESCOLAS DE SURF DE PORTUGAL FAZ CARTA ABERTA AO GOVERNO

Alertam para uma necessidade de um retorno faseado e responsável à atividade do ensino do surf nas Praias.

 

"Estamos conscientes que cada uma das atividades económicas, bem como os nossos hábitos recreativos e de lazer, terão necessariamente que ir sendo recuperados aos poucos. Este é o nosso contributo para o retorno faseado da nossa atividade, com o intuito de salvaguardar a sobrevivência dos operadores." a direção da AEP

 

 

A Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP),elaborou uma carta aberta ao Governo, que enviou hoje a vários membros do Executivo, ao Presidentes da República, da Assembleia da República, da Federação Portuguesa de Surf e ao Almirante da Autoridade Marítima Nacional.

Esta carta foi enviada com o intuito de sensibilizar para a necessidade de retorno faseado e responsável à atividade, indicando as fases que esta associação considera para dar as necessárias garantias de segurança e de salvaguarda da saúde de todos. Além disso, a AEP compromete-se também a elaborar e apresentar, até ao final do período do atual Estado de Emergência, uma proposta de um manual de contingência e de novas práticas a adoptar por todos os operadores do ensino do Surf.

"Estamos conscientes que cada uma das atividades económicas, bem como os nossos hábitos recreativos e de lazer, terão necessariamente que ir sendo recuperados aos poucos. Este é o nosso contributo para o retorno faseado da nossa atividade, com o intuito de salvaguardar a sobrevivência dos operadores."

 


A carta pode ser consultada abaixo ou na íntegra através deste link.


 

 

 

Perfil em destaque

Scroll To Top