Foto: Rui Oliveira Foto: Rui Oliveira

Itens relacionados

sábado, 11 outubro 2014 15:26

PENICHE RECEBE OS MELHORES SURFISTAS DO MUNDO PELO SEXTO ANO CONSECUTIVO

Período de espera começa já amanhã, e nas águas de Peniche já há 'pros' a treinar.



Terminou o evento Prime em Cascais, mas Portugal continua a ser o epicentro do surf mundial. Sem tempo para respirar, começa já amanhã o período de espera do Moche Rip Curl Portugal Pro. Na Praia de Supertubos os melhores do mundo já afinam o seu surf, e a SurfTotal vai trazer-te mais novidades em breve, fica atento!

Peniche, já mundialmente conhecida como a capital da onda, recebe a penúltima etapa do circuito mundial de surf – MOCHE RIP CURL PRO PORTUGAL. Cascais, depois de ter recebido a elite feminina e a prova de qualificação – PRIME – volta a ser o local de back up da etapa do circuito mundial masculino da ASP.


É um orgulho para "Peniche – Capital da Onda" receber a 6a edição consecutiva de uma prova da "fórmula 1" do surf mundial/WCT. Em 2009, a já mítica onda dos SUPERTUBOS conquistou os melhores-dos-melhores surfistas mundiais e desde aí tem contribuído para a promoção externa de Portugal a partir do nosso Mar. Formulamos um convite para que venham a Peniche sentir a magia do melhor surf e, no nosso Oeste, desfrutar das outras nossas “riquezas”: o património natural – Berlengas, Reserva da Biosfera da Unesco –, o património religioso, os nossos vinhedos, as nossas frutas, os nossos hortícolas e um Património monumental reconhecido mundialmente. Afirma António José Correia, Presidente da Camara Municipal de Peniche.

 

O ranking é composto por 32 atletas profissionais no entanto, mais dois se juntam ao TOP conquistando a oportunidade de competir com eles. Um através do MOCHE TRIALS, outro através de um wild-card dado pela Rip Curl.

 

Entre os surfistas do circuito mundial destaca-se Tiago Pires, único português a chegar à Elite do surf, que não esteve presente nesta prova em 2013 devido a uma lesão no joelho.

 

Este ano junta-se a ele o português Nicolau Von Rupp, vencedor do MOCHE TRIALS, que irá estrear-se no circuito mundial de surf. Nicolau encontrará como adversário o mítico Kelly Slater mas nada é impossível, uma vez que, no ano passado, o 11 vezes campeão acabou por ser eliminado no round 2 pelo também português Frederico Morais.

 

“O MOCHE, a mais surfista das marcas de telecomunicações, tem apoiado o crescimento do surf português durante os últimos anos, através do patrocínio a provas, atletas e divulgação de conteúdos, e tem sido uma das marcas que contribuiu para colocar Portugal no mapa do surf mundial. Este ano, a marca assumiu o objetivo de trabalhar em conjunto com as entidades mais relevantes do surf nacional para superar todas as metas atingidas no passado. O MOCHE RIP CURL PRO PORTUGAL é o ponto alto de um ano impar, com uma Liga MOCHE ao mais alto nível, duas etapas PRIME do WQS e a passagem pelas praias portuguesas de uma etapa do WCT feminino e do World Júnior Championships. O MOCHE está presente em todas estas importantes provas nas quais, para além de contribuir com iniciativas de marca, oferece tecnologia de ponta com vista a garantir altos padrões de qualidade ao nível das telecomunicações, nomeadamente nas transmissões das provas, através da sua fibra óptica", Afirma Luiza Galindo, Diretora de Marketing Below the Line do MOCHE.

 

A Rip Curl deu o seu wild-card ao jovem atleta da marca Jacob Wilcox, que já competiu o ano passado em Peniche depois de ter vencido os trials. A prestação do surfista australiano ficou na memória por também ele ter vencido Kelly Slater no Round 1 da prova. “ É um orgulho para a Rip Curl poder continuar a trazer os melhores surfistas do mundo a Portugal. É com muita satisfação que continuamos a ver o surf a ganhar projeção e importância para a qual temos trabalho ao longo dos últimos 25 anos em Portugal. Estou certo que a Rip Curl tem contribuído de forma ativa para o crescimento do surf e é com muito gosto que continuaremos a fazê-lo.” Afirma José Farinha, Diretor geral da Rip Curl Portugal

 

O mundo está de olhos postos no jovem brasileiro de 20 anos, Gabriel Medina que tem fortes probabilidades de se consagrar, em Peniche, como campeão mundial do circuito de surf da ASP, podendo ser assim o primeiro brasileiro a conseguir o título. Este é sem dúvida um dos anos mais importantes para os surfistas brasileiros que têm vindo a consolidar as suas posições mo ranking da elite mundial.

 

A janela de espera do evento é de 12 a 23 de Outubro e as expetativas são que o público possa assistir, uma vez mais, ao mais alto nível de surf internacional em terras Lusitanas.


Ronda 1:

 


Perfil em destaque

Scroll To Top