quinta, 17 abril 2014 14:00

SALLY FITZGIBBONS COM TEMPERATURAS NEGATIVAS

Fica com mais um episódio das "Sally Stories", agora na Nova Escócia. 

 

 

Não é todos os dias que podes ver Sally Fitzgibbons longe do sol e das grandes ondas australianas. Aqui o cenário é bem diferente. A surfista de 23 anos viajou até à Nova Escócia, uma das dez províncias do Canadá, no leste canadense, banhada pelo Oceano Atlântico. Por lá, as temperaturas rondavam os 4 graus negativos e os ventos, mais de 130km/h.

 

Nesta imagem vês a surfista com um fato completo, da cabeça aos pés, de pé sobre as rochas cobertas de neve enquanto espreita para as águas geladas, e faz parte do seu novo documentário intitulado “Sally Stories”. As condições adversas que se fazem sentir testam tanto os limites físicos e mentais da surfista australiana. O vídeo, que faz parte de uma série de cinco episódios conta a vida de Sally como surfista profissional e segue o seu estilo de vida, num momento em que persegue o título mundial.

 

No episódio, Sally é avisada de que, ao entrar no mar, pode correr o risco de queimaduras e hipertermia, muito diferente do que está habituada em casa. "A expectativa que se criou - ainda tinha aquele receio de 'como é que eu vou surfar estas ondas?' Nada te vai preparar para que a primeira vez que entras na água”, disse.

 

"Foi muito complicado”, confessa Sally que enfrentou condições difíceis no início, antes de encontrar seu groove. “De repente, já não sentia nada. Estava dormente. A minha cabeça latejava”, contou ainda.

 

É aí que vemos uma Sally derrotada, caminhando de volta para o carro com pai Martin e a soluçar no volante do carro. “Naquele momento eu estava muito mal. Tinha que me acalmar um minuto, fechei os olhos e coloquei minha cabeça no volante e respirei fundo", conta.

 

Depois, num verdadeiro momento de coragem física e mental, saiu do carro e voltou para a água. “Pensei que seria apenas como mais um dia de surf em casa”, contou. E tudo mudou.

 

A HISTÓRIA DE SALLY

Como surfista, Sally começou a destacar-se aos 14 anos, tornando-se na mais jovem atleta a vencer um evento Pro Junior (Sub-21) da ASP. Aos 15 anos, representou a Austrália no Mundial de Surf Under18 da International Surfing Association (ISA), no Brasil, ficando em segundo lugar. Aos 16 anos, viajou para Portugal para outro mundial ISA U18 e venceu o seu primeiro título mundial.

 

Em abril de 2011, Sally ganhou o seu primeiro evento do World Tour, ao que se seguiram outros. Venceu ainda o primeiro Open da Austrália depois de derrotar a campeã do Mundo de 2004 Sofia Mulanovich, o que tornava Sally na primeira pessoa a deter o título dos Open dos EUA e Austrália ao mesmo tempo.

 

Assiste aqui aos cinco episódios da segunda temporada de Sally Stories.  

 

 

 

 

 

 

Itens relacionados

Perfil em destaque

  • TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA

    O perfil desta semana chega-nos de Lisboa e, embora a sua idade ainda se conte pelos dedos das mãos, o titulo de campeão já faz parte do seu currículo...

vimeo

 

 

Scroll To Top