banner topf
quinta, 06 fevereiro 2014 16:58

NO "MY DESTINY" HÁ AVENTURAS E NÃO PASSEIOS

A SurfTotal foi saber mais sobre este projeto.

 

Por Patrícia Tadeia

Aliar viagens, crónicas, fotografias e música. Esse é um dos objetivos de My Destiny. Trata-se de um projeto eco-social de surf e viagens, que pretende celebrar um estilo de vida, que tem o Surf… como essência. A Surftotal quis saber mais sobre o projeto e falou com a surfista Carolina Pereira, fundadora do projeto e também escritora. Após a publicação do seu primeiro livro “Pai, porque é que as vacas não usam ténis?” que contou com o apadrinhamento de vários ícones do surf nacional, Carolina alia agora a escrita ao seu surf para dar cara à primeira curta-metragem do My Destiny, contando a primeira viagem cujo destino foi Bali e Mentawai. Fica a saber mais sobre o projeto.

 

Como nasce o projeto?

O MY Destiny nasceu em 2013 (a ideia) começou por ser ‘apenas’ uma viagem de um mês a Bali e Mentawai, em que o produto final seria uma curta-metragem. Por iniciativa própria quis juntar uma vertente eco-social à viagem, quis também associar banda sonora portuguesa, nasceu o nome “MYDestiny” e transformei a viagem num projecto. Com a apresentação desse projecto começaram a surgir novas oportunidades e o feedback foi sempre muito bom, foram acrescentando cada vez maior valor, ideias e ajudaram bastante. Com o evoluir do trabalho e a entrada de novas pessoas, evoluiu para projeto eco-social de Surf e Viagens, e o objectivo de o tornar sustentável.

 

Em que consiste?

O MY Destiny são aventuras, e não passeios - usamos muito esta expressão porque demonstra bem aquilo que o projecto é. Não são viagens com estritos roteiros diários, com ideias pré-concebidas. Acreditamos em viajar de uma forma genuína, sem pressa, conhecer um país, apreciar a sua beleza, interagir com as pessoas locais. “Ser viajante, não turista”. Todas as viagens têm a componente eco-social, ou seja, seja qual for o destino iremos contribuir para a sua evolução ecológica e ajudar a comunidade que nos recebe. O objetivo é criar uma comunidade global de viajantes eco-sociais, e ao mesmo tempo distribuir bandeiras portuguesas por todos os continentes. O My Destiny é também a celebração de um estilo de vida, de uma cultura que reúne a escrita, com a música, a fotografia, as viagens e o Surf. A banda sonora é totalmente portuguesa e iremos também promover eventos com esta mística - sempre com uma parte a reverter para projetos, como por exemplo para a Associação Portuguesa de Surf Adaptado.

 

Fala-me na componente ambiental do projeto? Já há ações previstas?

Sm, já existem acções previstas. Vamos em Fevereiro fazer uma pequena surftrip a Peniche, em parceria com a Belong. Por exemplo, nessa surftrip as pessoas vão ter acesso a uma acção de sensibilização ambiental com um workshop do Yoni Ecosurfboards de como construir uma pequena prancha de madeira, e a nível social, para além do valor da surftrip levam um alimento para entregar a uma Associação local que irá distribuir pelas famílias mais carenciadas da zona. Ainda este ano, queremos que a primeira viagem para "o público" seja aos arquipélagos de Sumatra (Mentawai, Telos, Nias, Hinako e Banyak), e terá claro essa componente ambiental.

 

Qual a primeira viagem que vamos poder acompanhar? E quando?

A primeira grande viagem do MY Destiny será de 1 de setembro a 1 de outubro, exactamente um mês, concentrada em Bali e Mentawai (mas passando também um pouco por Lombok, Ubud, Canggu, Jakarta...), da qual irá resultar uma curta-metragem. Até lá há muito para acompanhar, outras viagens e iniciativas.

  

 

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top