Itens relacionados

sexta-feira, 12 junho 2020 11:55

Soul Spot Escola de Surf e Bodyboard reinventa-se após confinamento

Situada na Praia Grande em Sintra...

 

Com 21 anos de existência e sob e gestão do famoso Waterman da Praia Grande, Renato Paço, a Soul Spot Escola de Surf e Bodyboard é uma das entidades que lecciona o Surf e o Bodyboard há mais tempo em Portugal.

A Surftotal esteve à conversa com o fundador da Escola, Renato Paço, que nos conta um pouco da sua história assim como está a operar neste momento a Soul Spot.

 

 

 

 

 

Surftotal: Olá Renato conta-nos como começou o projeto da Escola de Surf e Bodyboard?

Renato Paço: Ainda não havia escolas em Portugal nem cursos, e já ensinava na praia grande a míudos que as mães me pediam para dar aulas, na altura eu nadador salvador na Praia grande (na concessão o pescador).

Passados 2 anos surgiu um curso curso da F.P.S(em 1999 na Nazaré) e inscrevi-me. Após o curso passei a leccionar aulas de surf e bodyboard na Praia Grande ,Guincho e Carcavelos. Curiosamente na altura uma licença dada pela capitania há 21 anos atrás custava apenas 15€ por ano.

Com o passar dos anos, grupos ,patrocínios ,competição mundial ,eventos acabou por ser uma mais valia para escola, que obteve patrocínios de marcas como a Mazda ,Sonae, Super Bock e outros mais.

Ao longo de 21 anos com bar e escola de surf (não sendo só direcionado para a soulspot), alunos de surf e bodyboard passaram por aqui mais de 100.000 pessoas desde restauração, eventos, aulas. Nos últimos anos a Soulspot tem uma nova componente, para além do surf e bodyboard (como atividades pricipais), mais interactiva e social - o yoga , a sustentablidade e a alimentação biológica.


Surftotal: Qual foi a Filosofia pré covid da Soul Spot Surf School?

Renato Paço: Anunciei o encerramento da Soulspot dia 13 de Março, nas redes sociais, enviei sms aos alunos a explicar a situação. Passado uma semana o governo declarou estado emergência.
 


 

Surftotal: como geriste a situação,e qual a maior ajuda neste período?

Renato Paço: Foram tempos complexos pois tinha alunos ansiosos por fazer aulas, e pessoas que queriam alugar material e não entrava dinheiro em caixa.

Sendo uma situação que não controlava, restou-me apenas ter o apoio que o governo deu a trabalhadores independentes com respetivos valores que tinham direito, aproveitei para fazer outras coisas como obras em casa que tinha que fazer.

Mas é sempre aborrecido vermos algo que não controlamos a tomar conta das nossas vidas, ainda por cima, e na minha opinião, quando é provocado por um virus lançado pela China com o objectivo de ficar a maior economia mundial.

 

 

 

Vê aqui as ondas e o surf da Praia Grande em directo

 




Surftotal: Como estás agora a gerir a escola após a segunda fase de desconfinamento? a procura de alunos tem sido boa? acima das expectativas? conta-nos.

Renato Paço: A soulspot escola de surf e bodyboard,tem aplicado as normas da DGS, sempre com algum cuidado,pois muitas pessoas estão desajustadas em  relação aos comportamentos que tem de ter.

Nesta fase a maior parte dos alunos são provenientes de famílias que tem a sua segunda casa na praia grande e querem os miúdos activos, e são esses os meus clientes. Também temos alguns Turistas que já começam a chegar a Portugal.

As expetativas são baixas mas aguardamos dias melhores. As normas da DGS não ajudam pois não são muito simples de implementar e é com dificuldade que se consegue ter a logística do material para as aulas de surf e bodyboard.

 


Surftotal: Sentes que a retoma da tua actividade será mais rápida do que o previsto? se sim porquê?

Renato Paço: Acho que nos próximos meses vai haver uma procura maior por parte das pessoas para fazer surf e bodyboard, mas a maior parte das escolas de surf teve que baixar os preços devido a falta de clientes, muitas tiveram que fazer um plano B ,para conseguirem operar.

Os operadores tem de ganhar confiança nos mercados para voltar tudo ao normal,e isso ainda vai demorar algum tempo.

Sendo assim continuamos empenhados em dar um bom serviço ao cliente,seja no bar ou na escola de surf,este ano vamos continuar com os AtL´S com grupos de crianças de 10,12 e 14 anos de idade,com serviço de surf camp onde as crianças podem pernoitar.

 




Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top