Itens relacionados

quarta, 10 setembro 2014 06:34

DIREITAS DO PONTÃO DE VAGOS, DÃO LUGAR A SURF NOTURNO

Agora é a vez de Vagos promover o surf à noite.

 

Falámos com o organizador, Ricardo Rocha sobre o evento de Surf à noite que decorre no dia 13 de Setembro:

 

Porquê um evento de surf noturno?
[RR] O evento pretende marcar, não só a apresentação da Associaçação de Surfistas de Vagos à população, mas também possibilitar o acesso a este tipo de eventos, abertos à comunidade surfista. Desde há vários anos a sair de noite do mar, que comentávamos em tom de brincadeira, "com uma luzinha, ainda apanhávamos mais duas ondas". Finalmente, ao fim destes anos decidimos avançar com este evento e desde logo, tanto a receptividade privada, como a receptividade da Câmara Municipal de Vagos, foi óptima.

Como surgiu a ideia?
[RR] A ideia surgiu da necessidade oferecer algo que toda a comunidade surfista pudesse usufruir, e dar a conhecer o espírito de partilha da Associação de Surfistas de Vagos. Queremos experimentar algo, e no conjunto de ideias e projectos da associação, existiu a possibilidade da realização deste evento, que se enquadra não só na apresentação da Associação Surfistas de Vagos, mas também na promoção do turismo e actividades do concelho de Vagos.

A praia tem condições priveligiadas para este tipo de eventos? Porquê? Qual a diferença em relação a Cortegaça ou Carcavelos por exemplo?
[RR] A praia da Vagueira tem condições boas para a prática do surf. O facto do spot surfável ser próximo do paredão, possibilita uma colocação de iluminação, de modo a fornecer todas as condições de segurança.  Para além disso é uma das 194 praias com cadeira anfíbia, estando registada no programa "Praia acessível - para todos". Para tal é preciso existir uma infraestrutura balnear, que se revela extremamente útil na hora dos surfistas saírem do mar e lavarem o material em agua doce.
Outro ponto positivo, é a localização próxima de um bar, que potencia o número de espectadores, já que o número de participantes é potenciado pelas inscrições no surf nocturno serem abertas à comunidade surfista em geral. É segundo estas directrizes que a Associação Surfistas de Vagos pretende marcar a diferença.
 
Em que vai consistir? Há atividades paralelas?
[RR] Vão existir aulas de surf, para iniciação. O evento vai também ter várias sessões de fitness realizadas pela Surfset Portugal, um desfile de moda e a tradicional sessão de música para participantes e espectadores. Existem assim um conjunto de actividades tanto para praticantes regulares (surf nocturno), aulas de surf de iniciação, como surfset fitness, para quem gosta de exercício, mas ainda tem receio de entrar no mar, sem descurar a plateia. Acima de tudo existe uma oferta variada, para diversos gostos, que é este um dos princípios da associação de surfistas de vagos, a diversidade.

Os fundos como têm estado?
[RR] O concelho de Vagos é descrito por três spots principais. Praia da Vagueira, Praia do Labrego e Praia do Areão, todos juntos aos paredões, onde maioritariamente dá direitas. As tempestades deste inverno mudaram um pouco os fundos, e um spot que já não era surfável há muito tempo (sensivelmente desde 1998), passou a ser este ano - a praia da Vagueira. Os restantes spots, são surfáveis sensivelmente o ano todo, tendo a condicionante meteorológica. O crowd à semana é muito reduzido (existem grandes sessões onde estão apenas 5 a 6 surfistas), ao fim de semana já começa a ser mais concorrido

A comunidade de surf local da Vagueira existe ha muitos anos? Estão agora a começar com eventos?
[RR] As praias do concelho são surfadas há mais de 25 anos. No entanto nunca existiu uma entidade sem fins lucrativos que visasse a promoção de actividades desportivas ligadas ao mar, abertas à comunidade de surfistas, quer profissionais e recreativos.
Tem sido realizado uma prova do circuito regional de Aveiro na Vagueira, bem como concertos durante os dias da competição, mas dado que as condições para surfar, se estendem durante um período mais alargado, existe todo o interesse em capitalizar melhor o período em que existem condições, para as nossas ondas serem surfadas por todos.
 
Algo mais a dizer?
Os objectivos da criação da associação visam, não só a promoção da componente desportiva, bem como social e ambiental.
Existem outras actividade a serem realizadas, quer a cuidar do nosso maior património, as praias, quer como sensibilizar e consciencializar a população para a necessidade de um plano de recuperação de costa no nosso concelho. A par com as praias da Costa da Caparica, as praias de Aveiro foram as mais afectadas pelas tempestades no início do ano, sendo o plano de recuperação não sofreu o mesmo tratamento, e temos vindo paulatinamente a ser afectados, sem serem efectuadas recuperações. Mais que uma praia com ondas, a Associação de Surfistas de Vagos, quer a praia para todos.

  • Créditos fotos: Associação de Surfistas de Vagos

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top