Itens relacionados

segunda, 18 novembro 2013 14:57

BERG: "A PRIMEIRA ONDA É COMO O PRIMEIRO BEIJO"

A sua voz já toda a gente conhece. Mas e o seu surf?

Tem dado que falar nas últimas semanas pela sua entrada no programa "Factor X" da SIC. Mas Teófilo Sonnemberg, mais conhecido por Berg, já era conhecido por muitos, há muitos anos. Quem acompanha o mundo da música, sabe do seu valor. Embora escondido atrás da guitarra e de músicos como Rui Veloso, Berg sempre se destacou pela sua voz. O que muitos não sabem é que Berg, além de músico excepcional, é também surfista. A SurfTotal falou com ele e descobriu onde gosta de surfar e o que sente quando apanha uma onda.

 

Antes demais, muitos parabéns pela tua performance e acima de tudo a tua coragem para participar no Factor X. Foi dos momentos mais genuínos de tv a que já assistimos... É importante sermos nós mesmos na vida, sinceros e transparentes? 

É extremamente importante seres tu próprio na vida, pois só assim serás feliz e genuíno. Eu sempre fui um pessoa transparente, hoje talvez devido a minha idade, ainda mais. As pessoas sentem se fores falso, devemos ser nós próprios em todas as circunstâncias.

 

É inevitável perguntar: o que esperas alcançar com esta participação?

Obviamente que espero ganhar o concurso. Pelo menos estou a dar tudo o que posso para o fazer e construir uma carreira a partir daí.

 

Agora sobre o surf, quando e por que é que entra na tua vida?

O surf é uma parte da minha vida muito importante, pois além do prazer e adrenalina que me dá, é a minha principal atividade física.

 

Continuaste na tua saga pelas ondas desde então. Onde te podemos ver a surfar hoje em dia?

Quando vim da Suiça deixei de fazer snowboard diariamente, e assim que apanhei a minha primeira onda fiquei viciado. Foi na Caparica com o Bruno Charneca. Gritei tanto, lembrar-me-ei dessa onda toda a vida. Acho que a primeira onda é como o primeiro beijo. Ou amas ou detestas, eu amei, vou surfar sempre. A saga pelas ondas é em todo mundo sempre que viajo, mas mais em Portugal. Eu moro na Caparica, daí surfar muito aqui, mas adoro Peniche e Ericeira. Carcavelos quando funciona é um pico brutal e por fim há a onda da Parede que tem potencial. O meu pico favorito são os Coxos e o Pópulo, São Miguel, Açores.

 

É um atividade importante para ti? Porquê?

O surf é importante, pois não penso em mais nada quando estou na água.

 

Opinião sobre o cenário do surf mundial e a importância do surf português no mundo neste momento?

O surf mundial está a levar mudanças, pois há novos talentos tais como o John John Florence, que é o meu favorito. Inclusive o surf em si evoluiu muito, há novas manobras e novos estilos. Portugal é muito importante para o surf mundial. Temos cá o circuito e ondas tão boas como no Havai ou na Austrália...

 

 

 

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top