ActivoBank
quinta, 14 novembro 2013 16:36

O LOGO DA DISCÓRDIA

A SurfTotal falou com a Soup Surf Magazine e SurfinPortugal sobre o assunto.

O alerta partiu de um blogue. De um lado uma revista de surf. Do outro uma empresa de aluguer de carrinhas pão de forma. Em ambas, um logótipo muito semelhante. A partir daqui, era inevitável ver comentários, opiniões e acusações espalhadas pela Internet. Em causa estão a Soup Surf Magazine e a SurfinPortugal.

 

No blogue Um Frame com Vida é possível ler, por exemplo, que “esta situação é completamente ridícula”. Continua o autor do blogue: “Parece-me que de má fé, ou de muito pouca originalidade”. E diz ainda: “A Soup é uma revista de surf, bem conhecida de todos nós (...) Há pouco tempo surgiu um negócio que aluga carrinhas VW antigas para surftrips. As carrinhas são lindas, o conceito muito engraçado (...) A cópia do logótipo da Soup é tão escandaloso que até dói. Revela uma falta de criatividade e de visão inacreditáveis”.

 

Por isso, a SurfTotal resolveu ouvir ambas as partes. “Foi com grande surpresa que nos deparámos com esta situação. Não só surpresa mas indignação. A Soup existe praticamente há dez anos, e apesar dos problemas que tem com a falta de apoios de anunciantes do surf, conseguiu apresentar um produto diferente e independente ao existente longe das influências comerciais do meio”, começou por dizer à SurfTotal João O'Neill da Soup Surf Magazine.

 

“O que aconteceu com o logo, que tanto nos identifica e faz parte do ADN da marca Soup foi mais uma facada que preferíamos não ter sofrido. Já entrámos em contacto com a outra parte envolvida e estamos à espera que a situação seja resolvida com a maior brevidade, coisa que até agora não aconteceu... mas vamos acreditar nas pessoas da outra parte”, continua, garantindo que o assunto já está a ser tratado legalmente.

 

“Para acabar espero que tudo seja um mal entendido e que a quem compete, resolve a situação rapidamente. Não desejamos nada de mal contra outros projectos que apareçam, e percebemos que erros acontecem, mas também queremos deixar claro que também não vamos nos deixar prejudicar. Já chega”, conclui a mesma fonte.

 

Por seu turno, Manuel Moura, sócio gerente da SurfinPortugal, garantiu à SurfTotal que “não há nada para além de uma monumental infelicidade” da parte da sua empresa.

 

“Foi pedido um logo simples, clean, que retratasse o surf e ao mesmo tempo fosse sofisticado. Daí saiu um "s" com uma arroba e outras opções como o logo que está agora no FB. O projecto foi posto de pé em dois meses, carrinha incluído e na pesquisa que o nosso designer fez não surgiu o logo da Soup, nem ninguém me alertou para tal. Eu próprio comprava a Soup e não me dei conta”, explica o responsável, que garantiu ainda que o assunto “está encerrado e conversado com o João O'neill da Soup”.

 

O responsável da empresa de aluguer de carrinhas acrescentou ainda que “dentro em breve" terá "todos os elementos alterados e novas aplicações de logo para a SurfinPortugal”.

 

“Na SurfinPortugal trabalha-se para criar um conceito e uma experiência única, integrando vários parceiros ligados ao surf e procurando somar valor para todos. Queremos trabalhar e sobretudo que nos deixem trabalhar. Um logo é importante, mas de pouco vale se não tiver um bom conceito por trás capaz de responder ao mercado, garantindo assim a sua sustentabilidade futura. É isso que me preocupa todos os dias neste momento”, conclui o responsável.

Perfil em destaque

Scroll To Top