Itens relacionados

quarta, 25 junho 2014 11:53

HISTÓRIA DO SURF: AL MERRICK

Shaper que ajudou a moldar campeões

 

 

Al Merrick nasceu em New Jersey, em 1944, e mudou-se para a Califórnia aos sete anos. Aos 10 começou a surfar em Encinitas, San Diego. Em 1967, quando já morava em Santa Barbara, tomou conhecimento da nova shortboard do australiano Bob McTavish, e os horizontes que as pranchas mais pequenas ofereciam inspiraram-no a tornar-se ele próprio shaper. 

 

Dois anos volvidos, Al Merrick estava a shapear sob o nome da Channel Islands, e a vender pranchas em outlets de surf. No ano de 1977 Al começava a ser finalmente reconhecido no mundo do surf, com o campeão do mundo Shaun Tomson a usar uma das suas criações. Um ano depois, Al abria a sua primeira loja de venda direta ao público.

 

Mas foi com o aparecimento de Tom Curren que a marca explodiu. À medida que o jovem Curren ia ganhando campeonatos locais na Califórnia, cresciam também a fama e fortuna de Al Merrick e da Channel Islands. Tom e Al Merrick tornavam-se nomes quase indissociáveis.

 

Tom Curren venceria três títulos mundiais com pranchas Al Merrick, que funcionava também como figura parental e agente do surfista. Foi logo após a saída de Tom do Tour profissional, em 1991, que o prodígio Kelly Slater venceu o primeiro dos seus 11 títulos mundiais com uma prancha Al Merrick. A partir daí multiplicaram-se os nomes de topo que não prescindiam das pranchas de Al: Lisa Andersen (quatro vezes campeã do mundo), Kim Mearing, Sofia Mulanovich, Rob Machado, Taylor Knox, Yadin Nicol e Dane Reynolds são alguns dos exemplos.

 

No iníco dos anos 90 Al tornou-se um dos primeiros shapers a usar o computador para programar as máquinas de shape, mas fez sempre questão que os acabamentos fosse manuais. Em meados da primeira década de 2000, Al Merrick e os shapers da Channel Islands - onde se inclui o filho Britt Merrick - já produziam cerca de 10 mil pranchas anualmente para todo o mundo.

 

Al Merrick foi considerado o melhor shaper do mundo entre 1992 e 1994 pela revista ‘Australia’s Surfing Life’, e o 11º classificado nas ’25 pessoas mais poderosas do Surf’ pela ‘Surfer’. Al foi induzido no Surfer’s Hall of Fame em 2007.

'Flow', um documentário de 2006, conta a história do fundador da Channel Islands e da sua relação especial com os campeões do mundo Tom Curren e Kelly Slater.


Perfil em destaque

Scroll To Top