banner topf

Itens relacionados

quarta, 13 março 2019 10:33

VASCO RIBEIRO E CAMILA KEMP PASSAM À FASE SEGUINTE

enquanto Frederico Morais e Carol Henrique ficam para trás em Newcastle.

Após assistirmos a dois dias de provas com fracas condições de ondas no Burton Automotive Pro and Holmes Civil Projects Pro, respectivamente o circuito masculino e feminino do QS6.000, o terceiro dia do evento, que teve inicio às 20:30 de ontem (hora portuguesa) foi marcado pela mudança de local de prova para sua localização principal em Merewether. Embora o surf tenha sido afetado pelo vento onshore, os competidores do Burton Automotive Pro e do Holmes Civil Projects Pro deram um show épico quando alguns dos maiores nomes do surf entraram dentro de água.

 

A prestação portuguêsa, que contou com Vasco Ribeiro e Frederico Morais no circuito masculino e Camila Kemp e Carole Henrique no circuito feminino, teve um resultado agridoce. Vasco Ribeiro e Camila Kemp asseguraram passagem à fase seguinte do campeonato, mas já Frederico Morais e Carol Henrique não tiveram a mesma sorte ficando para trás neste terceiro dia de provas.

Vasco Ribeiro que entrou no heat 6 da ronda 2 com os brasileiros Marco Fernandez, Marcos Correa e o Australiano Connor O´Leary viu a primeira metade do heat ter um começo lento com os atletas a encontram-se com score baixos.

A meio do heat, o surfista português procurou pacientemente por oportunidades acabando por arrancar numa onda onde encaixou 3 manobras fortes passando à liderança do heat com uma pontuação de 6.83 em 10 pontos possíveis, mas o brasileiro Marco Fernandes acabaria por tirar a liderança a Vasco Ribeiro perto dos 5m finais. Fernandes encontrou uma boa onda e não teve misericórdia na primeira secção ao realizar um carve na máxima força  finalizando com duas combinações roubando assim o primeiro posto ao português Vasco Ribeiro que garantiu a sua passagem à fase seguinte ao conseguir um score total de 10.86 em 20 possíveis.

 

Já Frederico Morais não teve tanta sorte ao ficar para trás nesta segunda ronda no 15º heat contra o Uruguaio Marco Giorgi, o Japonês Hiroto Ohhara e o Australiano Ty Watson.

Kikas chegou a encontra-se na primeira posição do heat, mas apenas com uma onda na casa dos 3.33 em 10 pontos possíveis. Mas rapidamente o Japonês Hiroto Ohara encontrou uma esquerda com potencial onde encaixou com muita rapidez duas combinações de turns de backside que lhe valeram um 6.50 em 10 pontos possíveis assumindo assim a liderança do heat. O surfista japonês não ficou por aqui, Hiroto aproveitou a bagagem agarrando uma boa esquerda que lhe valeu um 6.23 em 10 pontos possíveis reforçando assim a sua liderança.

Frederico Morais não parou de procurar oportunidades para assegurar a passagem à fase seguinte, mas a sorte não esteve do lado do português que acabou em terceiro lugar no seu heat com um score total de 11.27 em 20 pontos possíveis.

 

Do lado feminino que contou com as surfistas Camila Kemp e Carol Henrique, o resultado foi agridoce ao vermos as duas surfistas portuguesas competirem no heat 11 da ronda 2 contra as Havaianas Alessa Quizon e Zoe McDougall, conseguindo Camila Kemp assegurar um segundo lugar que lhe valeu a passagem à ronda seguinte ao contrário de Carol Henrique que viu o seu surf assegurar-lhe apenas o quarto lugar do heat ficando assim para trás no Holmes Civil Projects Pro.

Perfil em destaque

Scroll To Top