Itens relacionados

segunda, 08 abril 2019 11:18

ITALO FERREIRA E CAROLINE MARKS VENCEM A PRIMEIRA ETAPA DO CT 2019

O último dia do Quiksilver Pro e o Boost Mobile Pro Gold Coast teve início ontem às 21:00 (hora de Portugal) na praia de Duranbah, o local de backup do evento, com ondas fracas em relação aos dias anteriores..

Italo Ferreira e Caroline Marks foram os vencedores da etapa de abertura do Championship Tour (CT) da World Surf League (WSL), o primeiro evento do CT a oferecer premiação equivalente aos competidores femininos e masculinos, seguindo o compromisso da WSL em Setembro do ano passado.

Italo Ferreira foi o homem do dia. O surfista brasileiro marcou o Quiksilver Pro Gold Coast não só ao vencer a final do evento como também a Red Bull Airborne, a competição de aéreos de surf, onde mostrou o seu surf inovador.

A disputada final entre Italo Ferreira e Kolohe Andino viu o surfista americano ficar em segundo lugar nos minutos finais do heat onde Italo roubou o sonho de Andino de ganhar a sua primeira final num evento do CT.

A caminho da sua vitória na final contra Andino, Italo Ferreira deixou para trás o sul-africano Jordy Smith nas semifinais e o americano Wade Carmichael nos quartos de final.

Jordy tinha feito um dos heats mais surpreendentes do evento onde eliminou o bi-campeão mundial, Gabriel Medina, nos quartos de final, após o surfista brasileiro se ter destacado ao registar os maiores scores finais do evento nas rondas anteriores. Medina viu a sua prestação neste último dia do evento deixá-lo em 5º lugar no ranking partilhando a posição com o rookie havaiano Seth Moniz, o australiano Wade Carmichael e o americano Conner Coffin.

Outra eliminação inesperada foi a do havaiano Jonh John Florence. John John retornou recentemente à competição depois de uma lesão no joelho e mostrou neste regresso muita vontade de vencer. Mas Kolohe Andino eliminou o surfista na semifinal deixando o havaiano em terceiro lugar no ranking juntamente com Jordy Smith.

Caroline Marks foi a primeira mulher a receber premiação igual aos competidores masculinos ao vencer a final do evento contra a havaiana Carissa Moore.

A  jovem surfista americana deixou a sua marca no evento ao derrotar a sete vezes campeã mundial, Stephanie Gilmore, nos quartos de final, Malia Manuel nas semifinais e a três vezes campeã mundial Carissa Moore, na final do Boost Mobile Pro Gold Coast. Marks lidera agora o ranking feminino seguindo para o Rip Curl Pro Bells Beach, a segunda etapa do circuito, com fome de manter a liderança.

Destacamos ainda a surfista australiana Sally Fitzgibbons que perdeu contra a finalista Carissa Moore na semifinal. Fitzgibbons saiu do evento a ocupar o 3º do ranking juntamente com a havaiana Malia Manuel.

O CT de 2019 é também a primeira oportunidade para os melhores surfistas do mundo se qualificarem para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, onde o surf fará a sua estreia olímpica. Os rankings do CT no final desta temporada irão determinar 18 dos 40 lugares disponíveis (10 homens e 8 mulheres). Depois dos resultados de hoje, os surfistas estão um passo mais perto de se classificar para as Olimpíadas e conquistar o prestigioso título de campeão mundial de surf.

O CT ruma agora para a sua segunda etapa, o Rip Curl Pro Bells Beach que terá lugar de 17 a 27 de Abril em Bells Beach, Victória, Austrália. 

Perfil em destaque

  • TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA TIAGO GUERRA - 9 ANOS - LISBOA

    O perfil desta semana chega-nos de Lisboa e, embora a sua idade ainda se conte pelos dedos das mãos, o titulo de campeão já faz parte do seu currículo...

Scroll To Top