Itens relacionados

domingo, 24 novembro 2013 10:59

BOUREZ, REYNOLDS E FANNING DOMINAM REEF HAWAIIAN PRO

Prova de Haleiwa termina hoje.

 

Já lá vão cinco anos desde que o tahitiano Michel Bourez alcançou a primeira grande vitória da sua carreira no Reef Hawaiian Pro, mas Haleiwa ainda ocupa um lugar especial no seu coração, e por isso continua a dar o seu melhor. Apesar de um mar muito pequeno comparado com o que é normal no Havai nesta altura do ano, Bourez teve ontem um excelente desempenho, mas seguido de perto por Dane Reynolds (EUA) e Mick Fanning (Austrália).

 

De recordar que o Reef Hawaiian Pro é o primeiro de três eventos da Vans Triple Crown of Surfing. Hoje é o último dia de prova, depois do período de espera desta ter sido alargado até hoje, e falta concretizar os quartos de final, meias e final. O call está marcado para as 7h30 (17h30 em Lisboa).

 

Bourez teve o score mais alto do dia de ontem com 18.47 pontos em 20 possíveis (9.87 e 8.6). "Este é realmente um lugar especial, porque foi aqui que venci pela primeira vez. Todos os anos, quando volto aqui, sinto uma boa vibe, uma vibe positiva, de modo que é por isso que venho, ano após ano. É uma prova muito importante para todos”, avançou Michel.

 

Dane Reynolds esteve altamente competitivo ontem. O seu score mais alto foi de 18,27 pontos , com duas ondas de 9.47 pontos e 8.8 pontos. Reynolds diz que se sentiu inspirado desde que acordou hoje e por isso mostrou todo o seu entusiasmo e energia na água. "Definitivamente, as primeiras ondas do dia são muito importantes para se ganhar confiança. Acabei de vir de North Shore e na última semana a minha mão não me tem incomodado. Parti-a há dois meses e meio, então estou a tentar ganhar confiança e passar muito tempo na água. Heats contra grandes surfistas vão ajudar-me a recuperar mais depressa. Estou a surfar três vezes por dia, apenas a aproveitar, a divertir-me, e depois é fácil quando a água é quente e ficaste sem surfar algum tempo”, disse.

 

Com a falta de ondas no Havai, Mick Fanning apanhou um avião e foi até casa, para uma pausa australiana. E parece que teve sorte, já que apanhou umas ondas que o prepararam para este Vans Triple Crown. "Sim, estive na Austrália e tive sorte de encontrar umas esquerdas perfeitas mesmo em frente à minha casa, tal como há aqui. Por isso estive a treinar enquanto toda a gente estava aqui", disse Fanning. "Foi bom para levar o cão para a praia e estar com a minha mulher.”

  

“Acho que é essa a emoção do Havai, nunca sabemos o que vai vir, e é bom ver as diferentes categorias do surf. É por isso que a Triple Crown é especial. São tantos surfistas e tão diferentes a mostrar o que valem. É acordar todos os dias e ficar feliz porque afinal surfar é o meu trabalho. Estou apenas a divertir-me e estou feliz por estar a competir aqui. Já lá vão uns anos desde que participei, por isso estou muito feliz”, concluiu.

 

Vê agora os highlights deste penúltimo dia de prova.

video platformvideo managementvideo solutionsvideo player

Perfil em destaque

Scroll To Top