banner topf

Itens relacionados

segunda, 16 setembro 2019 16:08

ENTREVISTA COM JASON STEVENSON O SHAPER DE FREDERICO MORAIS

JS,  Jason Stevenson ou o homem que faz as pranchas com o logo do Katerpillar esteve à conversa com a Surftotal.

O Australiano Jason Stevenson esteve durante a semana passada na Ericeira a convite da Despomar e efetuou uma ação de shape na nova loja bandeira 58 Surf na Ericeira. O famoso shaper de alguns dos melhores surfistas do Mundo, incluindo do já falecido Andy Irons, esteve à conversa com a Surftotal.

 

Surftotal: Olá Jason achamos muito importante que os leitores da Surftotal conheçam mais sobre Jason Stevenson e o seu incrível projeto. Podemos começar por estas "duas últimas palavras". O teu projeto é realmente incrível. Quais são as principais razões (além de ser o teu negócio, claro), que te levam a continuar a ter a JS Industries tão viva durante todos estes anos?

Jason Stevenson - Eu acho que o meu amor pelo surf é o que mantém tudo muito interessante. Adoro fazer novas pranchas e testá-las. Isso permite-me viajar pelo mundo, surfar ondas boas, criar novos modelos e continuar a desenvolver novos projetos e novas tecnologias .. É que há tantas formas novas de criar uma prancha agora, e por isso fica ainda mais divertido. Também tive o privilégio de trabalhar com os melhores surfistas do mundo, o que é super interessante e eu gosto de estar envolvido em ver o seu sucesso.

 

Surftotal: A segunda pergunta está relacionada com o logótipo da tua marca (desculpa, mas não podemos evitar). Sabemos que o teu pai era surfista e também trabalha com "grandes máquinas". Mas por que escolheste um símbolo e não apenas o teu nome, como a grande parte dos shapers mundiais de pranchas de surf?

Jason Stevenson - Eu cresci com máquinas e também gostei muito que o Maurice Cole usasse um logótipo e não o nome dele. Sou uma pessoa bastante reservada, e por esse motivo não queria ver o meu nome nas minhas pranchas.

 

Surftotal: A terceira pergunta é sobre o o relacionamento profissional que tens com Frederico Morais! Como é que ele se tornou num team rider? Quais são os principais modelos que ele usa?

Jason Stevenson - Foi com o Richard “dog” Marsh (treinador de Frederico Morais) que começámos juntos. O Kikas tem algumas semelhança com o Parko (Joel Parkinson), então decidi fazer algumas cópias de pranchas do Parko e o Frederico adorou-as. Ele maioritariamente usa o modelo FMN2, que tem uma curvatura perfeita para uma pessoa alta e sendo o Frederico um excelente surfista de rail combina por isso com o seu surf.

O Kikas usa todos os outros modelos, dependendo das condições, como o Monsta Box e Blak Box 3 para ondas pequenas, mas para as ondas do Championship Tour ele usa a FMN2.

 

 Frederico Morais com uma prancha JS Industries

 *Frederico Morais usa durante as etapdas do CT o modelo FMN2 da JS. / Fotografia retirada do site JS Industries

 

Surftotal: A quarta pergunta está relacionada com os team riders.  Como escolhes um surfista para fazer parte da tua equipa? Ou os surfistas geralmente vêm até ti e fazem um acordo? Como é o processo, de forma geral?

Jason Stevenson - Eu quero fazer as pranchas para os melhores surfistas do mundo e dos melhores surfistas de cada país e eles também precisam ser boas pessoas, fáceis de lidar ... nada de princesas, (Risos).... Somos todos bons amigos, então é fácil querer criar boas pranchas para os teus amigos e eu faço questão de vê-los ser bem-sucedidos.

 

Surftotal: Quinta pergunta, o surf de Frederico Morais. Como consideras o seu surf? Como um surfista de power rail? Quais são as suas características de surf que te atraem mais?

Jason Stevenson - O kikas é um surfista power que usa muito o rail e eu  gosto muito disso nele... Vê-lo em Jbay quando ele surfou na final em 2017 foi incrível de assistir.

 

Surftotal: O Frederico parte muitas pranchas? Ou é como Joel Parkinson?

Jason Stevenson - Ele é como o Parko, ele tem um timing muito bom, por isso acaba por não se meter em situações menos boas e ele não é um surfista de aéreos como Julian ou Mateus Herdy, que fazem aéreos loucos e quase se partem a si mesmos e às pranchas.

 

Surftotal: Qual o teu último modelo de prancha de surf que consideras adaptar-se muito bem às ondas portuguesas de verão? E para point breaks como os Coxos?

Jason Stevenson - Para os Coxos a prancha a usar é a FMN2 e ou a M8. Há também muitas ondas boas para a Monsta Box e Blak Box 3, já a Blak Barron twin fin é muito boa em point breaks.. Eu gosto do facto de haver tantas ondas diferentes aqui e eu tenho praticamente modelos que se adaptam a tudo ... é fácil para mim dizer isto, mas eu testo todos os modelos de pranchas que faço e acho que são bastante bons. O Dusty Payne usou o modelo Monsta 6 ao surfar em Peniche na etapa do MEO Rip Curl Pro de 2016.

 

 

 Dusty Paine, aqui durante a etapa do CT em Peniche, usa pranchas do Jason Stevenson. Click por WSL(Fotografia retirada do site JS Industries)

 

Surftotal: A última pergunta é sobre Portugal. Quando visitaste o país pela primeira vez? Qual é a tua experiência de surf e que outras atracções gostas em Portugal?

Jason Stevenson - Portugal é incrível, as pessoas, a comida, o vinho e, claro, tantas ondas... Eu surfei uma esquerda enquanto estava aqui em Portugal sozinho e diverti-me muito. Nem sei o nome, ficava do outro lado da baía do hotel em que estava hospedado e tinha ondas todos os dias. Muito boa. É claro que fui até supertubos, mas só vi tubos planos,(Risos).

 

 

JS WA Quiver

Perfil em destaque

vimeo

 

 

Scroll To Top