Medidas efetuadas por Paulo Vinicio, engenheiro Brasileiro para o site tribosurfon Medidas efetuadas por Paulo Vinicio, engenheiro Brasileiro para o site tribosurfon Tribosurfon

Itens relacionados

domingo, 07 janeiro 2018 14:08

BRASIL RECLAMA RECORDE DA MAIOR ONDA PARA RODRIGO KOXA

Comunidade Brasileira efetuou medições e comparações entre as duas ondas e dizem que a de Rodrigo Koxa é bem maior do que a de Garret McNamara..

 
Habituado a desafiar a natureza de forma radical, o brasileiro Rodrigo Koxa superou-se a ele próprio no início de Novembro 2017. No passado dia 8, num swell histórico que invadiu a Praia do Norte e a Nazaré, considerada já a “Meca” das ondas gigantes, o experiente surfista de 38 anos dropou (com a ajuda de um jet ski - "tow in") uma autêntica montanha de água com tamanho estimado 85-90 pés (25 a 27 metros).

Deste modo e após análise da onda de Rodrigo Koxa, Paulo Vinícius, (que fez a medição da onda), diz que esta deverá ter cerca de 107 pés (mais de 30 metros). A onda de Garret McNamara que detém o recorde mundial do Guiness (onda surfada em tow in na Nazaré) possui apenas 78 pés, já que a onda de 2013 que teria cerca de 100 pés foi retirada pelo próprio dos XXL Awards, por incompatibilidades com a organização que escolhe oficialmente as maiores ondas do mundo surfadas e faz a ponte com o Guiness World of Records.

 

Resta saber se a medição está bem feita e se a World Surf League vai considerar esta onda de Rodrigo Koxa como a maior onda de sempre surfada "em tow in" e registada do mundo. Para além das medições terá de haver também "vontade política", pois a WSL é a única entidade que pode reconhecer tamanha façanha e fazer a ponte com o  Guiness World Records.

 

Para percebermos um pouco melhor o método de medição das ondas deixamos aqui um extrato da entrevista da Surftotal com Miguel Moreira, do Departamento de Ciências de Desporto da Faculdade de Motricidade Humana (FMH), ficámos a conhecer melhor um programa usado pelo próprio para medição de ondas. Chama-se SIMI Motion Twin e é um “software onde é possível sincronizar imagens de diferentes execuções e que permite calcular a altura da onda e fazer a análise a partir do vídeo da onda surfada, utilizando a medida da prancha como escala”.

 

Miguel Moreira: O método consiste em fazer a análise a partir do vídeo da onda surfada; utilizar a medida da prancha como escala (medida para calibrar a recolha de dados), a partir da qual todas as outras são directamente obtidas, após a marcação de dois pontos; identificar a face da onda como área de prática do surfista, limitada superiormente pela crista da onda e inferiormente pela base da onda; medir a distância entre a crista e a base, em diferentes momentos da viagem na onda (mínimo dez recolhas em diferentes fotogramas do vídeo utilizado), desde o take-off até à finalização da mesma; calcular a altura da onda através da média dos valores obtidos nas diferentes recolhas. Para a aplicação deste método é importante que a recolha das imagens seja feita o mais frontal possível relativamente à face da onda (a camara deve estar perpendicular à parede da onda) e num plano intermédio (não deve ser ao nível da praia, nem num plano muito elevado).

  

ONDA DE GARRET MCNAMARA - RECORDE MUNDIAL DA MAIOR ONDA SURFADA:

 

 

ONDA DE RODRIGO KOXA ONDA SURFADA DIA 08 DE NOVEMBRO DE 2017:

 

 

- Fotografias de Leandro Sieves

 

Perfil em destaque

  • Afonso Bessone Afonso Bessone

    Conhece um dos novos talentos da região da Grande Lisboa… 

Scroll To Top