Itens relacionados

sábado, 12 julho 2014 14:03

J-BAY OPEN: RONDA 2 ESTÁ COMPLETA

Freddy Patacchia foi o atleta em maior destaque esta amanhã

 

Conforme noticiámos esta manhã em primeira mão, Tiago Pires foi afastado do J-Bay Open pelo norte americano CJ Hobgood, apesar de ter feito a melhor onda da bateria. O momento decisivo acabou por ser a troca de ondas em que Tiago arrancou um excelente 8.17, resultado de um surf vertical, onde mostrou bem as quilhas em snaps poderosos, e CJ, na resposta, depois de uma boa sequência de carves e um tubo, acabou por cair, mas ainda assim os juízes atribuíram-lhe a nota necessária para passar para a frente, um 7.67. Tiago termina assim a prova em 25º lugar, que equivale a um total de 500 pontos para o ranking WCT da ASP. Podes analisar o heat no vídeo em baixo.





Parte da ronda 2 estava já finalizada, com Gabriel Medina, Joel Parkinson, Nat Young e Julian Wilson a saírem vencedores. 
A manhã começou com o confronto entre Matt Wilkinson e Bede Durbidge, no que seria a bateria com a pontuação média mais elevada (7.66). O heat foi pautado pelo equilíbrio, tendo a balança pendido para Wilko quando apanhou a melhor onda do set, onde completou uma série de carves e foi pontuado com 8.50 pontos que deixaram o compatriota Bede a precisar de uma nota excelente, que não chegaria.

 

Na bateria seguinte foi a vez de Owen Wright eliminar Dion Atkinson, num heat pautado por notas mais medianas. De salientar que Owen está, paulatinamente, a ganhar consistência e confiança no seu surf, o talento, já se sabe, está lá.

 

No confronto entre os brasileiros  Alejo Muniz e Filipe Toledo, foi o primeiro a levar a melhor, novamente com notas médias a marcarem o duelo.  Noutra bateria entre surfistas canarinhos, Miguel Pupo eliminou Jadson André, com uma excelente atuação. Pupo, depois de um 5.33 e um 8.50, deixou Jadson em combinação quando faltavam 14 minutos para o final da bateria - e apesar deste ter conseguido um excelente 8.40, não foi suficiente para dar a volta.

 

Sebastian Zietz afastou o francês Jeremy Flores por meras décimas (0.14), numa bateria em que Zietz optou por um surf mais subtil e Flores por uma abordagem mais agressiva no ataque à onda.

 

A performance do dia foi para o havaiano Freddy Patacchia que enfrentou o sul africano Travis Logie. O goofy havaiano, a surfar de backside, conseguiu a melhor nota do dia (9.93), depois de três ‘pauladões’ e um longo e perfeito tubo. Travis ainda esboçou uma reação, apostando na sua velocidade e ‘power’, para um 7.17, mas Freddy P. estava ‘in the zone’ e soltou mais uma bomba de 8.00 pontos que decidiu a contenda. 

 

Para finalizar a manhã, foi a vez de Adrian Buchan vencer à justa o compatriota australiano, Mitch Crews, com 11.60 pontos, contra 10.67.

Os resultados desta manhã:
Heat 5: Matt Wilkinson (AUS) 15.93 def. Bede Durbidge (AUS) 14.70
Heat 6: Owen Wright (AUS) 12.07 def. Dion Atkinson (AUS) 9.87
Heat 7: Alejo Muniz (BRA) 10.83 def. Filipe Toledo (BRA) 7.93
Heat 8: C.J. Hobgood (USA) 14.17 def. Tiago Pires (PRT) 13.90
Heat 9: Miguel Pupo (BRA) 16.37 def. Jadson Andre (BRA) 12.93
Heat 10: Sebastian Zietz (HAW) 13.67 def. Jeremy Flores (FRA) 13.53
Heat 11: Freddy Patacchia (HAW) 17.93 def. Travis Logie (ZAF) 10.67
Heat 12: Adrian Buchan (AUS) 11.60 def. Mitch Crews (AUS) 10.67

Ronda 3
Heat 1: Joel Parkinson vs Adam Melling
Heat 2: Josh Kerr vs Miguel Pupo
Heat 3: Taj Burrow vs Adrian Buchan
Heat 4: Adriano de Souza vs Sebastian Zietz
Heat 5: Kolohe Andino vs Julian Wilson
Heat 6: Kelly Slater vs Matt Wilkinson
Heat 7: Gabriel Medina vs Aritz Aranburu
Heat 8: JJ Florence vs Owen Wright
Heat 9: Nat Young vs Freddy Patacchia
Heat 10: Mick Fanning vs Kai Otton
Heat 11: Jordy Smith vs CJ Hobgood
Heat 12: Michel Bourez vs Alejo Muniz




Perfil em destaque

Scroll To Top