Itens relacionados

segunda, 19 maio 2014 15:41

EDP MAR SEM FIM: ABRIRAM AS CANDIDATURAS PARA BOLSAS

Projeto pretende também apoiar os surfistas portugueses de ondas grandes.

 

Terminada a época de ondas grandes no Hemisfério Norte e após duas explorações realizadas ao grupo Oriental dos Açores, o projecto EDP Mar Sem Fim começa a preparar a próxima temporada, com o lançamento das candidaturas para as Bolsas EDP Mar Sem Fim.

 

Se por um lado o EDP Mar Sem Fim tem a sua sede e alma na busca de novas ondas, pretende também apoiar os surfistas portugueses de ondas grandes na procura pelos seus sonhos e tentativa de superação dos seus limites. Assim nasceu a ideia das Bolsas EDP Mar Sem Fim.

 

Estas bolsas foram criadas com o objectivo de apoiar e projectar o surf português de ondas grandes e de exploração, através de um fundo de apoio que pretende atribuir anualmente bolsas aos surfistas portugueses, para expedições de surf em ondas grandes e perfeitas que melhor cumpram os objetivos do projecto EDP Mar Sem Fim (conquista de nomeações Billabong XXL, descoberta e cartografia de novas ondas grandes e perfeitas, superação de limites, desenvolvimento e engrandecimento do Surf em Portugal).

 

“Numa altura em que grande parte dos investimentos no Surf estão centrados nos grandes eventos, esta é uma oportunidade de ouro para todos os surfistas de ondas grandes apresentarem as suas ideias e candidaturas, de forma a terem algum tipo de apoio na tentativa de realização dos seus sonhos. Trata-se de um momento especial no Surf Português, com um investimento 100% focado nos surfistas, apenas possível graças ao apoio da EDP. Esperamos conseguir desenvolver este conceito e consolidar esta ideia a longo prazo,” afirma Mário Almeida, coordenador do projecto.

 

Serão considerados como válidos projectos nas áreas de “Ondas Grandes” e “Descoberta de Tubos Perfeitos” (O Tow-In não é excluído, mas todas as expedições devem ter uma componente vincada de remada).

 

O prazo de candidaturas para as bolsas decorre entre os dias 15 de Maio e 15 de Setembro de 2014. Os projectos vencedores serão depois realizados durante a temporada de Inverno 2014/2015.

 

 

Existem três tipos de bolsas disponíveis:

 

Bolsa 1 (2500€) - XXL - Projectos cujo objectivo é a busca de ondas grandes, seja na vertente de remada (Paddle), seja no Tow-In, nos Açores ou no Continente. As missões de Paddle têm preferência. O objectivo será a candidatura a nomeações para os prémios Billabong XXL.

 

Bolsa 2 (2500€) – DESCOBERTA - Projectos cujo objectivo principal é a descoberta e o surf em ondas novas, nunca antes exploradas.

 

Bolsa 3 (1000€) – NOVA GERAÇÃO - Projectos apresentados por surfistas com menos de 21 anos, seja na categoria XXL, seja na categoria DESCOBERTA, desde que o ênfase esteja em apanhar ondas grandes e perfeitas na remada.

 

A selecção, aprovação e decisão das candidaturas será tomada por um painel composto por várias personalidades, surfistas e entidades do mundo do surf. No processo de pré-selecção serão tomados em conta o currículo e os feitos desportivos no surf de ondas grandes e tubulares do surfista em questão.

  


Perfil em destaque

Scroll To Top