Foto do escorrimento dos líquidos provenientes da ETAR - Click por Pereira Elson Foto do escorrimento dos líquidos provenientes da ETAR - Click por Pereira Elson

Itens relacionados

domingo, 05 agosto 2018 06:23

PRAIAS NO CABO DO MUNDO COM BANDEIRA VERMELHA

A problemática do funcionamento da ETAR que se encontra a montante da Praia de Cabo do Mundo em Matosinhos continua....

A problemática do funcionamento da ETAR que se encontra a montante da Praia de Cabo do Mundo em Matosinhos continua. Desta vez foram diversos os utilizadores destas praias que ao serem surpreendidos por escorrimentos líquidos provenientes daquela Etar até à Praia que se começaram a queixar, isto mesmo antes de qualquer reação oficial. Tal como se pode ver no vídeo abaixo as águas continuam bastante impróprias para banhos, ainda que por vezes em praias que detém a Bandeira Azul. Neste Vídeo o cantor Popular José Malhoa já durante o dia 27 de Julho tinha postado este vídeo na sua página do facebook.

 

Passada mais de uma semana foi detetada por diversos utilizadores (ver foto acima) um escorrimento mal cheiroso e de cor escura que acabou por motivar um comunicado oficial por parte das fontes oficiais. Desta forma a bandeira azul foi arriada e os banhos desaconselhados, nas diversas Praias do Cabo do Mundo, até pelo menos esta segunda feira dia 06 de Agosto de 2018.

Em declarações à Lusa, Rodrigues de Campos, comandante da Zona Marítima do Norte, explicou que está "içada a bandeira vermelha" e foi "arriada a bandeira azul da Praia do Cabo do Mundo", porque foi detectado um "escorrimento para o mar" na sexta-feira passada e que alegadamente a origem é de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) que existe em Leça da Palmeira (Matosinhos). "A Agência Portuguesa do Ambiente está a desaconselhar os banhos nesta praia", adiantou a mesma fonte da autoridade marítima.

"Um escorrimento de uma ribeira, que alegadamente é proveniente de uma ETAR em Leça da Palmeira, começou na sexta-feira [dia 3 de Agosto] na Praia Cabo do Mundo" e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) "classificou a praia com banhos desaconselhados", porque poderia "colocar em causa a saúde pública", acrescentou aquele responsável.

Rodrigues de Campos acrescentou que os serviços da Câmara de Matosinhos "estão a proceder à limpeza da areia".


A Lusa contactou fonte do gabinete de imprensa da Câmara de Matosinhos que confirma que um "camião foi buscar lamas à ETAR", derramou "uma pequena quantidade na estrada" e a operação de limpeza da via acabou por "sujar a conduta de águas pluviais que drena para uma praia não concessionada, entre o aterro e o Cabo do Mundo".

"Por precaução" decidiu-se que seria "preferível interditar a Praia do Cabo do Mundo até à realização de análises, na segunda-feira, dia 6 de Agosto", refere a mesma fonte da Câmara.

A Câmara de Matosinhos acredita que a praia possa vir a ser reaberta na segunda-feira com bandeira azul, tendo em conta a "pouca quantidade derramada" para o areal.

 

Perfil em destaque

Scroll To Top